As mais belas salas de concertos

As mais belas salas de concertos

Uma sala de concertos é um instrumento musical. Acústica e estética têm que estar estar de mãos dadas para que o público (e os músicos) possam fruir da música, sem interferências ou falhas sonoras.

As primeiras salas de espetáculos que tiveram em conta as questões acústicas e estéticas foram os anfiteatros da Antiguidade, mais dedicados às artes cénicas do que às musicais. Para que as histórias chegassem em condições aos ouvidos de todos, já que ainda faltavam uns milhares de anos até à invenção do microfone, foram desenhados em meia lua, à volta do palco, um design que perdurou até há relativamente pouco tempo.

Com o tempo, e até por questões sociais - os camarotes são uma coisa aristocrática - a estrutura das salas de espetáculos alterou-se. As salas de espetáculos passaram a ter um espaço para a orquestra, carinhosamente chamado de “fosso”, e os novos materiais que foram surgindo permitiram outro tipo de tratamento acústico.

E como um espaço dedicado à arte deve ser vistoso, há salas que são autênticas obras primas da arquitetura, por dentro e por fora, até porque um dos sinais da prosperidade de um povo é a qualidade dos espaços dedicados às actividades lúdicas e culturais. Vamos conhecer algumas das mais espetaculares.

Harpa Music Centre - Reykjavik, Islândia

No automatic alt text available.

Na pequena Islândia está uma enorme e incrível sala de espetáculos. Nascida do trabalho de um grupo de arquitetos e designers do norte da Europa, esta estrutura de ângulos desiguais em vidro e aço inspirou-se nas formas das estruturas de basalto que podemos encontrar neste país e situa-se na zona portuária da capital islandesa.

Isto é só do lado de fora. No interior podemos encontrar salas de conferência e uma sala de espetáculos de tons quentes, a contrastar com o frio escandinavo, construída com os materiais acústicos mais avançados, e que serve como sala de concertos de nível mundial ou conferências. A sala principal alberga 1800 pessoas, o que dá uns 0,5% da população da Islândia.

O nome foi escolhido para que pudesse ser reconhecível em várias línguas. Visitem o site oficial do Harpa para explorar os seus espaços.

Auditório de Tenerife -  Espanha


Também localizado junto à água, e talvez daí a sua “onda” por cima da estrutura principal, o Auditório de Tenerife é uma concepção de um arquiteto bem nosso conhecido, Santiago Calatrava.

O Auditório alberga concertos de todos os géneros e para todos os públicos, e as salas são também desenhadas nas formas fluidas características das obras deste arquitecto. Para conhecer melhor os vários espaços do Auditório de Tenerife, cliquem na imagem para fazer a visita virtual. Vale mesmo a pena.

Guangzhou Opera House - China

Photography: Virgile Simon Bertrand

Foto: Virgile Simon Bertrand

Em Pearl River (esse mesmo) podemos encontrar a Opera House de Guangzhou, desenhada por Zada Hadid, um monumento arquitetónico inspirado pela erosão provocada pelas águas do rio. Música e água outra vez, não é? Para além do portento estético  - vejam as fotos no site de Zada Hadid - este edifício está equipado com sistemas acústicos de ponta, criando um ambiente que o engenheiro de som principal deste espaço caracteriza como “nem demasiado seco, nem demasiado brilhante”.

Deve ser incrível estar sentado no meio daquela sala, mesmo em silêncio.

Opera City - Tóquio

Tokyo Opera City Concert Hall : Takemitsu Memorial

Esta espetacular sala de espetáculos está situada no interior de um desinteressante edifício de 54 andares no coração de Tóquio. Mas a luz, as madeiras, o teto alto, dão-lhe um ar quase religioso. Desenhada no estilo caixa de sapatos sob uma estrutura piramidal, é revestida a carvalho, e incorpora todas as novas concepções de design acústico.

Toro Takemitsu, o grande compositor japonês, foi um dos consultores neste projecto e a sala foi dedicada à sua memória após a sua morte em 1996.

Opera House - Sidney, Austrália

Voltamos à beira da água, desta vez na Austrália, para vermos uma das mais icónicas salas de espetáculos do planeta. Na construção de salas de espetáculos há um antes-da-Ópera-de-Sidney e um depois, tal foi a revolução arquitetónica que provocou. É a mais antiga desta lista, tendo sido inaugurada em 1973, depois de um processo muito atribulado.

É um edifício tão emblemático da cidade que se tornou num pólo de atração turística, com mais gente a passar por lá para o ver do que para ver concertos.

Porque há mais do que música na Opera House: para além das atividades educativas, podemos jantar, provar vinhos, ou fazer yoga, fazendo deste espaço mais do que um centro de cultura, mas um espaço social e comunitário.



Casa da Música

File:Casa-da-musica(interior).1024.jpg

foto: Benutzer:Janekpfeifer

Em Portugal temos salas belíssimas espalhadas por todo o país, como o Theatro Circo em Braga, O Teatro Nacional São João no Porto, ou o São Carlos em Lisboa, entre outras preciosidades que se encontram em localidades mais pequenas por esse país fora, mas vamos destacar um espaço que foi criado de raiz para receber música.

A Casa da Música, no Porto, foi inaugurada em 2005,e é uma obra do arquiteto Rem Koolhas, que criou um edifício singular a nível estético e funcional. A ideia era criar uma caixa de surpresas, e o edifício está cheio delas.

A sala mais importante é a Sala Suggia, um espaço reconhecido pela sua excelência acústica e por ser a única sala de concertos “do planeta onde se pode tocar música exclusivamente com luz natural, suficiente para a leitura de partituras.”

A Casa da Música desenvolve ainda vários projetos de integração social pela música, assumindo um papel central na cultura e na comunidade que a rodeia.

Que outras salas espetaculares nos podem recomendar? Enquanto pensam nisso, vejam no Salão Musical de Lisboa todos os instrumentos que podem comprar para quando forem tocar a uma delas.

Publicado no dia 2018-12-31 por Salão Musical de Lisboa Atualidade 0 27

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ Total

Pagar