Repertório clássico para jovens pianistas

Repertório clássico para jovens pianistas

Por mais que se goste de música, se não gostamos da música que estamos a tocar, não vamos lá. Imaginem então se somos miúdos irrequietos com mil estímulos disponíveis num toque de ecrã, ou, mais complicado ainda, adolescentes.

Colocar estas criaturas quase indomáveis a praticar as suas peças clássicas de piano é difícil, especialmente quando não os cativam. Estas sugestões são interessantes para alunos de todas as idades e níveis, mas que podem ser do agrado dos mais novos.

Robert Schumann

Album für die Jugend, Op. 68

Escrita em 1848 para as três filhas do compositor, esta colecção de pequenas peças são ideais para crianças ou iniciados e, a partir da peça número 19, o grau de exigência técnica acentua-se. Por isso, se lerem lá a anotação “Für Erwachsenere”,ou seja, “Para Adultos”, não se entusiasmem demasiado, é apenas para dizer que são mais complicadas. Como a vida adulta.

No Salão Musical de Lisboa temos o livro com as pautas.

Erik Satie

Gymnopedie

É uma das peças mais famosas de sempre, muito popular entre adolescentes melancólicos. E musicalmente muito interessante. Apesar do seu compasso ternário se reger por andamentos dolorosos, tristes e graves, a sua harmonia ligeiramente dissonante suporta uma melodia que nunca mais se esquece e dá vontade de repetir. Por ser uma das peças mais bonitas de sempre e uma das precursoras da música moderna, é sempre do agrado dos mais jovens.

Satie escreveu mais música que pode ser interessante para jovens pianistas, como as suas Sarabandes, Gnossiennes, e Préludes. Sentem-se juntos e partilhem esta música para ver qual é a sua reacção.

George Gershwin

O vosso pianista acha que sonoridades clássicas são as do continente americano, e que acabaram por moldar grande parte da música que ouvimos hoje em dia. Gershwin é um dos seus maiores expoentes e está cheio de desafios harmónicos e melódicos para os mais audazes, ao mesmo tempo que tem músicas que se ouvem muito bem. E ritmo, Gershwin tem ritmo.  E nós temos o livro.

Músicas de filmes

Os clássicos são os clássicos mas às vezes demoramos anos até perceber porque é que o são. Para cativar os mais novos podem sempre recorrer aos seus gostos cinematográficos. Graças a um ressurgimento nas produções de musicais ou de filmes relacionados com música, existe uma coleção enorme de novos temas muito apelativos e interessantes para quem está a aprender tocar piano. E que devem mais aos clássicos do que eles imaginam.

Músicas de jogos

Quando mais nada resulta com rapazes que preferem os teclados dos computadores aos teclados de piano, esta é a solução. Nos últimos anos, a música de jogos ganhou relevância e saíram dos 8 bits para as pautas, às vezes revelando-se como peças incrivelmente desafiantes. Temas de jogos como o Super Mario Bros ou Final Fantasy são as novas referências instrumentais para as últimas gerações. E muitos utilizam músicas clássicas. Não acreditam? Vejam este vídeo.

Se tiverem um pianista relutante, tentem estas sugestões. Se não resultarem, deixem-no escolher o seu ritmo ou desistir. Não tem mal, a música é algo que se deve fazer com gosto, mesmo que seja difícil e complicado às vezes.

No Salão Musical de Lisboa temos livros e pianos para pianistas de todas as idades e interesses. Façam-nos uma visita.

Publicado no dia 2019-08-09 por Salão Musical de Lisboa Atualidade, Pianos 0 23

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ Total

Pagar