Musicas para aprender a tocar (no) piano

Musicas para aprender a tocar (no) piano

E se conseguissem tocar uma ou duas músicas conhecidas ao piano, mesmo sem terem tido anos de aulas? Este é o desafio que vos colocamos, dando-vos alguns recursos que podem usar para se divertirem em casa com um teclado antigo que esteja por lá ou mesmo quando virem um piano disponível e quiserem dar um ar da vossa graça.

O piano é um instrumento incrível e muito completo. Pode ser tocado a solo ou em conjunto, pode assumir o ritmo, a harmonia e a melodia, e mesmo as mais simples das composições podem soar como obras primas se o pianista tiver conhecimento, técnica e sensibilidade para as tocar e desenvolver.

Com os pianos digitais cada vez mais baratos, é tentador comprar um para finalmente dominarmos as teclas. Os novos modelos permitem até descarregar lições e aplicações que ensinam a tocar músicas com vários níveis de dificuldade e explicam as técnicas básicas para se lançarem por conta própria na aprendizagem deste instrumento.

Aprender por conta própria é um processo difícil mas altamente gratificante, e um exercício de disciplina pessoal fantástico. Mas, como andamos nisto há muitos anos, sabemos que um ensino orientado e personalizado é a forma mais rápida e eficaz de dominar qualquer instrumento, aprender a teoria musical e aplicá-la à prática.

Se estão apenas a ver até onde têm pé - ou, neste caso, mãos - temos algumas sugestões de músicas que podem aprender por conta própria, antes de se decidirem a comprar um piano, digital ou não, e/ou a ter aulas com um professor.

Imagine

John Lennon

Uma das músicas mais simples de se iniciarem ao piano é este clássico, por duas razões: primeiro, toda a gente a conhece de cor; segundo, é em Dó, ou seja, usa praticamente só as teclas brancas, tirando ali uma passagem rápida pelo Lá#. Neste vídeo podem aprender tanto a harmonia (os acordes), como a melodia, e começar a usar as duas mãos.

 

Stand by me

Ben E.King

Este é mais um clássico indicado para principiantes. Não só usa apenas as teclas brancas, como não há realmente acordes, apenas arpejos.  Se souberem apenas a parte da mão esquerda, conseguem pôr uma sala inteira a cantar. Se juntarem a direita, ganham maior destreza e autonomia.

Mamma Mia

ABBA

Uma das mais famosas canções do maior expoente da pop sueca. É muito divertida de tocar não só por ser a música que é mas também por colocar uns desafios particulares. A melodia tem muitas notas, mas a mão esquerda repete a mesma tónica várias vezes. Fica só mais complicada no refrão que, para além de um tempo inesperado, faz uma espécie de walking bass simples e muito divertido de fazer. E a resolução para regressar ao verso principal é impecável.

Sabiam bem como fazer canções pop e agora podem perceber como o faziam.


Someone like you

Adele

Esta canção já está numa tonalidade diferente -  Lá maior - o que implica usar mais teclas pretas (Fá, Dó e Sol, sustenidos) mas tem um bocadinho de tudo para fazer valer o esforço: uma melodia simples e apelativa, acordes fáceis e arpejos para a mão esquerda no refrão que irão desenvolver a autonomia e a coordenação.

E se conseguirem cantar, dá para comover uma sala inteira. Esperemos que seja pelos melhores motivos. Aulas de canto são também importantes.

 

Hey Jude

The Beatles

Abrimos com um deles, acabamos com todos. Esta versão simples do Hey Jude dos Beatles ensina a fazer progressões harmónicas com cadências diferentes, a acompanhar uma melodia fácil e que toda a gente conhece. As músicas de uma das maiores bandas de todos os tempos têm a tendência para ficar no ouvido, e esta é uma delas. É uma canção enganadoramente simples, mas pouco difícil de tocar.

Existem centenas de vídeos deste tipo no Youtube com músicas que podem aprender por vossa conta. Se estão a ver que precisam de um pouco mais de ajuda, podem sempre experimentar as lições grátis da Flowkey, uma app que podem instalar no vosso dispositivo móvel e seguir as instruções para poderem dominar o básico de piano, desde como deve ser a vossa postura para tocar até às primeiras notas do “Fur Elise”.

Mas o que realmente precisam é de um piano. Temos no Salão Musical de Lisboa pianos digitais e acústicos para todos os pianistas de todos os níveis. Só custa a primeira nota.



Publicado no dia 2019-08-28 por Salão Musical de Lisboa Atualidade, Pianos 0 40

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ Total

Pagar